RETIRO DE CARNAVAL DA JUVENTUDE DA SUB-REGIÃO SEDE  INTERNACIONAL

RETIRO DE CARNAVAL DA JUVENTUDE DA SUB-REGIÃO SEDE INTERNACIONAL

Nos dias 18 e 19 de fevereiro de 2023, os jovens da Sub-região Sede Internacional se reuniram no templo sede do Ministério Restauração para buscar ao Senhor.

Dia cheio… da graça de Deus!

A programação começou no sábado pela manhã, com um período de oração das 9h às 12h. Já muitos jovens estavam presentes e clamavam a Deus. Após o período de oração, foi ministrada a Escola Bíblica Sabatina.

No início da tarde, os jovens se dedicaram a mais um período de oração. Então, o Pb. Vinícius Lazzari, supervisor da juventude ali reunida, assumiu a direção das atividades e incentivou os jovens a buscarem conhecimento. Assim, organizou grupos para que os participantes do retiro se debruçassem sobre a Palavra de Deus a fim de estudarem a respeito de temas como vida espiritual, profissões, caráter, relacionamento familiar, amizade, entre outros. Os estudos se prolongaram até o final da tarde, quando foi feito um intervalo para que pudessem encerrar o jejum a tempo de participarem do ensaio do coral e do culto da noite.

Após um dia cheio da graça de Deus, deram início ao culto da noite, louvando ao Senhor junto à congregação. O Pb. Bruno Beltrame, líder dos jovens da congregação Sede Geral, assumiu a direção do culto, estando presentes os demais líderes das congregações que compõem a juventude da Sub-região Sede Internacional.

A ministração da noite foi transmitida pelo Pb. Nicolau Dorneles, líder da Juventude da Área Norte de Porto Alegre. A mensagem enfatizou a grandeza dos planos de Deus para as nossas vidas e ressaltou que a Sua presença é incomparável aos prazeres momentâneos deste mundo. Diferente dos planos do Diabo, que são de destruição (cf João 10.10), mencionando também o seu testemunho, de alguém que foi enganado pelo Diabo e resgatado por Deus, o pregador incentivou os jovens a se renderem aos planos dEle, planos de vida!

 

Domingo de consagração 

Impulsionados pelo Espírito Santo, a juventude dedicou o domingo para consagrar-se ao Senhor. Durante a manhã, desde as 9h às 12h, os jovens estiveram clamando. Após a oração e de entoarem louvores, voltaram-se novamente ao estudo dos temas distribuídos aos grupos formados no dia anterior. Então, durante a tarde, depois de chegarem a algumas conclusões, cada grupo de jovens discorreu acerca de um tema sob a perspectiva bíblica. A dinâmica se mostrou edificante! Experiências foram compartilhadas, porções da Escritura foram explanadas – era Deus falando com os jovens presentes por intermédio de seus pares. Bendito seja o  nome do Senhor!

Não é preciso dizer que o tempo ficou curto e que a tarde passou rápido demais… pois sempre é assim quando estamos envolvidos pela presença de Deus. Quando o sol já se punha na capital gaúcha, anunciando que o fim do dia se aproximava, a Juventude Restauração fez um intervalo para encerrar o jejum e, então, retornar para o templo a fim de cultuar o Senhor. 

O Pb. Bruno Beltrame deu início ao culto da noite, lendo a Palavra de Deus antes de dirigir a Igreja a um momento de orações e louvores. O culto contou com a presença do Pr. Carlos Jacobi, então presidente interino do Ministério Restauração, do Pr. Adriano Licidonio, superintendente do Departamento da Juventude, e contou com a participação do coral da Juventude da Sub-região Sede Internacional. A mensagem da noite foi ministrada pelo Pr. Adriano Licidonio com base no livro de Daniel. Conforme o relato bíblico, Daniel, Hananias, Misael e Azarias eram jovens que, embora estivessem cativos na Babilônia, não se conformaram aos seus costumes. Eles se dispuseram a dizer “não” às ofertas daquele lugar corrompido e “sim” para a vontade de Deus, tomando firmemente sua posição. Assim, o Senhor os honrou, salvando-os da fornalha ardente e da cova dos leões.

Ao final da pregação, muitos foram à frente do altar com o objetivo de pedir graça a Deus para firmar sua posição no Senhor em contraposição ao sistema deste mundo. Depois desses dois dias, o evento foi encerrado. Certamente, não houve programação melhor para o feriado de carnaval do que esta: abster-se de prazeres mundanos vãos para permanecer aos pés do Senhor. Enquanto muitos procuraram algo que lhes preenchesse em festas e não encontraram, aqueles jovens voltaram para casa não com a chama da fornalha acesa de Nabucodonosor, mas com a chama do evangelho de Jesus queimando em seus corações, e a chama “não se apagará” (cf Lv 6:13).

Confira alguns registros abaixo:

 

About The Author

Related posts