CULTO DE ENSINAMENTO FESTIVO COM A PARTICIPAÇÃO DA UF COMEMORA 12 ANOS DE MINISTÉRIO RESTAURAÇÃO

CULTO DE ENSINAMENTO FESTIVO COM A PARTICIPAÇÃO DA UF COMEMORA 12 ANOS DE MINISTÉRIO RESTAURAÇÃO

No dia 19 de abril de 2016, o Ministério Restauração realizou, em sua Sede Internacional, um culto de ensinamento festivo, quando também louvou a Deus pelo aniversário da igreja, que completou 12 anos no dia 14 de abril.

Como parte de uma nova revelação dada por Deus ao Presidente do Ministério Restauração, que tem feito com que os Departamentos da Igreja participem mais ativamente dos cultos de ensinamento, nesse dia a reunião foi dirigida pela Superintendência da União Feminina. Às 19h, iniciaram-se as orações no altar, de joelhos. Com a igreja já em pé, orações em ondas pela ruptura de fortalezas, causas impossíveis, cura divina, finanças, família, além de oração por diversos pedidos que chegavam no púlpito, foram levadas diante de Deus por toda a igreja que intercedia.

Com a participação do Grupo Vocal da UF, a igreja adorou ao Senhor com o hino “Adorarei”. Após, outros coros congregacionais, inclusive um hino da Harpa Cristã, também foram entoados.

O Grande Coral da UF, juntamente com o Coral Infanto-Juvenil da Sede Internacional, abrilhantou o culto com hinos inspirados, e o Senhor derramou da Sua glória sobre os presentes.

A Dcª Rosane Bottini ministrou uma mensagem referente aos dízimos e ofertas, com base em Efésios 5.2 e João 12.3-7. “A terra e tudo o que nela há Deus deu ao homem, mas a maior oferta foi a de Seu filho Jesus, pela imensidão do Seu amor. O que acontece quando você oferta? A primeira coisa: há uma revolta no inferno. A segunda: Deus te vê. O ato sublime de ofertar libera um perfume em todo o recinto”, dizia a irmã, pedindo que todos levantassem suas ofertas e as colocassem na salva com a reverência de quem coloca um perfume agradável para Deus sentir.

A ministração da Palavra de Deus foi feita pelo Pr. Humberto Schimitt Vieira, baseado em II Rs 2.1-18. Sob o tema “O Perigo da Revelação Estéril”, o pregador fez uma analogia dos profetas de Betel com certos crentes de hoje. Explicando que, em tempos de avivamento, a revelação é para todos, mostrou que a unção de Deus ensina a cada um, assim como foi com os discípulos dos profetas. Porém, muitas vezes, a revelação por si só não traz transformação, como ocorreu com aqueles homens, que, diferente de Eliseu, continuaram na mesma posição e não saíram de Betel a Jericó atrás da unção que estava sobre Elias. “É hora de romper em direção a uma nova experiência com Deus. Romper a barreira da rotina, da acomodação… Quem rompe está inconformado consigo mesmo e com o mundo! Os crentes não devem se conformar somente com o ‘saber’ mas devem aproveitar o momento para terem suas próprias experiências com Deus. Não fique só olhando de longe, envolva-se no manto da chamada e da promessa. Se já tenho chamada e revelação, quero porção dobrada de tudo que Deus já nos deu. Chega de apenas ter a cabeça cheia de revelação. Deus quer atitude, coisas novas, e o manto vai cair sobre ti”, dizia o pregador.

Com base nessas revelações, obreiros e obreiras foram convidados a saírem da acomodação e se entregarem mais para Deus, a fim de terem experiências profundas de transformação. Muitos, no momento do convite, foram à frente do púlpito e receberam aquilo que Deus havia preparado para aqueles que se dispuseram a ter uma atitude diferente diante de Suas revelações!

A UF louva a Deus por mais este abençoado culto e agradece a Ele por mais um ano de Suas misericórdias sobre o Ministério Restauração!

About The Author

Equipe de comunicação da Igreja Pentecostal Assembleia de Deus - Ministério Restauração.

Related posts

X