A VERDADE LIBERTA!

Conheça o testemunho de um homem que comprovou em sua vida esta realidade proclamada por Jesus: “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (João 8.32).

Meu nome é Luís Fernando Gayger, tenho 45 anos, nasci na cidade de Taquara/RS, interior do Rio Grande do Sul.

Levava uma vida como muitos adolescentes do interior, tendo sonhos e convivendo com dificuldades familiares. Influenciado por más companhias, pela difícil situação financeira e pelo desejo de obter o que o mundo oferecia como ostentação, acabei me envolvendo no submundo do crime.

Aos 18 anos, conheci o Presídio Central de Porto Alegre/RS. Posteriormente, também estive em outras penitenciárias no Estado e, também, fora do Estado do Rio Grande do Sul. Todos sabem que estes lugares, que deveriam levar à regeneração ou ressocialização do apenado, não passam de um cruel depósito de seres humanos e uma escola do crime.

Estive privado da liberdade por 21 anos, entre fugas e capturas.

O Estado, a Justiça, as autoridades e, também, a família se esforçam para que tenhamos uma mudança de vida. Porém, as estatísticas mostram, pelo índice de reincidência, que o método utilizado é falho. E eu descobri que há somente um que pode mudar e transformar a vida de um homem: JESUS CRISTO.

Depois de consequências graves que tive em minha vida, e 21 anos perdidos dentro de presídios, tive um encontro com Jesus na penitenciária e fui liberto e transformado pelo poder da Palavra de Deus que é anunciada dentro do sistema prisional para aqueles que são desenganados para a sociedade.

Tudo começou em um momento de minha vida que fui desenganado pela medicina. Tive um confronto com as autoridades e, neste confronto, levei um tiro de fuzil. Esse tiro me causou uma fratura na bacia e uma hérnia no estômago. Uma infecção muito forte e generalizada tomou conta do meu corpo, de maneira que medicação nenhuma surtia efeito.

Os médicos chamaram minha esposa e a avisaram que eu não sobreviveria, pois eles já não tinham mais o que fazer. Entretanto, no quarto do hospital onde eu estava internado, apareceram duas servas de Deus anunciando que existia UM que poderia mudar a situação da minha vida. Naquele momento, elas perguntaram se eu queria aceitá-Lo, e eu respondi que sim!

Enquanto aquelas servas oravam em volta de mim, eu sentia o agir de Deus. Chorei muito naquele momento e, para glória do Senhor Jesus, na noite seguinte eu fui curado pelo poder de Deus! As enfermeiras, sem saber o que havia acontecido, chamaram os médicos, pois eu passei a reagir e fiquei bom da noite para o dia. Tive alta do hospital e retornei ao presídio para cumprir minha pena. E foi então que iniciei meu caminho aos pés do Senhor.

Louvo a Deus por ter enviado àquele lugar homens que acreditam no poder de Deus para libertar o ladrão, o drogado, o homicida e tantos outros que, aos olhos humanos, não merecem oportunidades.

Hoje, faz oito anos que estou nos caminhos do Senhor. Já estou há mais de 3 anos em liberdade, fora do regime fechado, servindo a Deus na igreja e feliz com tudo que Ele tem feito em minha vida.

Sou grato a Deus e reconheço também o mérito do Ministério Restauração e de seus pastores por terem essa revelação e convicção de que “para Deus, nada é impossível!”

O trabalho da igreja no sistema prisional é de extrema importância. Pessoas, como eu, têm abandonado o crime, famílias têm se reconciliado, almas têm sido salvas e, graças a tudo isso, a sociedade pode ter um pouco menos de sofrimento.

About The Author

Equipe de comunicação da Igreja Pentecostal Assembleia de Deus - Ministério Restauração.

Related posts

X