O AMOR ENTRE NÓS ACABOU. QUE FAÇO?

O AMOR ENTRE NÓS ACABOU. QUE FAÇO?

“O amor jamais acaba;” 1 Coríntios 13.8

Em meu gabinete pastoral, tenho ouvido essa afirmação e essa pergunta.

Nesses casos, sempre faço algumas considerações.

Será que realmente o amor acabou? O que é amor?

É normal que, com os filhos, rugas e celulite, a atração sexual diminua. Porém, isso não significa que o amor tenha acabado.

Eu diria que um termômetro do amor é a constatação que você não pode viver longe dessa pessoa que você pensa que já não ama.

Contudo, há casos em que, realmente, até esse sentimento de companheirismo deixa de existir. As coisas vão se esfriando e chega o momento em que é mais difícil estarem juntos do que separados.

Bem, nesses casos, mais do que reconstruir o amor, o casal deve descobrir o amor, pois o amor vindo de Deus jamais acaba (1 Co 13.8). Assim, se “acabou”, é porque nunca existiu. Pode ter existido amizade, paixão, ou qualquer “amor” humano, mas não o amor que Deus põe à disposição dos homens (1 Jo 4.8).

Para um casal em que os dois estejam dispostos a buscar a Deus e, mais do que atração sexual ou física, tenham comunhão espiritual, jamais faltará o amor.

Eu te convido a experimentar o caminho com Deus para encontrar a felicidade a dois.

About The Author

Pr. Humberto Schimitt Vieira

Presidente da Igreja Pentecostal Assembleia de Deus Ministério Restauração, no Brasil, e do “Restoration Ministries”, nos Estados Unidos da América. Bacharel em Teologia, é conferencista, editor, professor de Missiologia e autor de diversos livros

Related posts

X