APRENDA UMA ORAÇÃO PODEROSA III
APRENDA UMA ORAÇÃO PODEROSA III

APRENDA UMA ORAÇÃO PODEROSA III

Se Deus é por nós, quem será contra nós?” (Romanos 8.31)

Sabemos que o conhecido “Pai nosso” é um modelo de oração poderosa que Jesus ensinou. Ontem, vimos que a condição lógica para chamarmos Deus de “Pai nosso” é obtermos a posição de “filho de Deus”, para não sermos somente criaturas.

Hoje, veremos o segundo elemento dessa oração poderosa: “Pai nosso QUE ESTÁS NOS CÉUS”.

Quando oramos, a força da fé depende da visão que temos de Deus. Ele não é criado pela mente humana, nem é um objeto inanimado, ou uma emanação interior ou, ainda, uma força cósmica impessoal. Ele é o Deus dos céus: tem o amor de pai, mas o poder de rei, soberano no Universo.

Deus, para mim, será do tamanho da minha fé, muito embora Ele continue sendo o Deus poderoso e ilimitado. Ou seja, a concepção que tenho de Deus não O afeta, a não ser em relação a mim. O fato de um ateu não crer não elimina a existência de Deus, a não ser para o ateu. O ateu é como quem vaza seus olhos. Para ele não existe luz, pois dela se auto-privou, mas nem por isso a luz deixa de existir e enfeitar a vida dos sãos. Pobre do ateu…

Porém, para um filho de Deus, que vê o seu Pai como o Deus dos céus, acima de tudo e de todos, está aberta a porta dos milagres, a experiência de uma oração eficaz e poderosa.

About The Author

Pr. Humberto Schimitt Vieira

Presidente da Igreja Pentecostal Assembleia de Deus Ministério Restauração, no Brasil, e do “Restoration Ministries”, nos Estados Unidos da América. Bacharel em Teologia, é conferencista, editor, professor de Missiologia e autor de diversos livros

Related posts

X