A DERROTA DO MAL
A DERROTA DO MAL

A DERROTA DO MAL

O pecado não terá domínio sobre vós, que estais debaixo da graça de Deus. (Romanos 6.14)

“Não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal”. Nesse ponto do “Pai nosso”, Jesus ensina a vencer o mal.

Todos nós temos, na natureza humana, inclinações para atitudes que Deus e a nossa consciência condenam. Assim, uns têm inclinação para a ira, outros para o sexo extraconjugal, outros ainda para a dependência química (álcool e drogas), e assim por diante. O nome desse ponto fraco é “concupiscência”.

Quando a concupiscência de alguém encontra correspondência em alguma situação à sua volta, surge a tentação. Portanto, a mesma situação pode gerar tentação numa pessoa e não causar efeito em outra que não tem a mesma concupiscência. É errado, pois, o ditado de que “a ocasião faz o ladrão”. A ocasião só fará o ladrão se ele tiver a concupiscência do furto.

Assim, para não cairmos em tentação, precisamos: (1) evitar as situações que despertam a nossa concupiscência e (2) vencer o ponto fraco que habita em nós. É a esse ponto fraco que Jesus se referia ao orar “livra-nos do mal”.

Há os que justificam suas atitudes erradas dizendo: “eu sou assim”. Porém, em vez de te entregares a tua fraqueza, luta contra ela. Ora e pede a Deus que te livre do mal, transformando-te em uma nova pessoa.

About The Author

Pr. Humberto Schimitt Vieira

Presidente da Igreja Pentecostal Assembleia de Deus Ministério Restauração, no Brasil, e do “Restoration Ministries”, nos Estados Unidos da América. Bacharel em Teologia, é conferencista, editor, professor de Missiologia e autor de diversos livros

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X