IV RETIRO GERAL DE PROFESSORES 2018 – 1ª FASE

IV RETIRO GERAL DE PROFESSORES 2018 – 1ª FASE

Enquanto o Brasil celebrava sua liberdade administrativa e política no dia 7 de setembro, os professores de dezenas de áreas do Ministério Restauração da Região Porto Alegre e Entorno reuniam-se no sítio de retiros em Bom Retiro do Sul para celebrar sua liberdade espiritual e aperfeiçoar seu contato e comunhão com Deus. Era o início de mais um Retiro Geral de Ensino – 1ª Fase, de abrangência Porto Alegre e Entorno.

Na sexta-feira pela manhã, após um poderoso período de oração, o Pr. James Schimitt Vieira, Superintendente de Ensino, iniciou os trabalhos, abordando aspectos administrativos relacionados à estrutura do Departamento de Ensino e ao Retiro Geral Infantil 2018.

Na sequência, ministrou sobre a necessidade de se estar próximo a Deus a fim de ter convicção da Palavra e não ser envolvido pela confusão que predomina na sociedade e quer entrar na igreja. “A proximidade da Verdade faz com que a realidade espiritual seja evidente, destruindo qualquer confusão”, enfatizou.

Pela tarde, o Pr. Humberto Schimitt Vieira, Presidente do Ministério Restauração, ministrou sobre a importância que Deus dá ao ministério de ensino, o que deve se refletir na visão do professor e da igreja em relação à promoção e prática dessa atividade ministerial. Destacou a responsabilidade do professor para conduzir muitos à justiça, com a promessa de resplandecer como as estrelas, sempre e eternamente (Dn 12.3).

No final da tarde desse primeiro dia, o jejum foi entregue com uma abençoada refeição.

À noite, o Pr. James seguiu a ministração sobre aspectos didáticos do ensino, chamando atenção para problemas que podem ocorrer na prática do ensino pelos professores, tanto no estudo e preparo da aula quanto na ministração das lições.

No sábado, o dia iniciou-se novamente em oração e jejum, com a glória de Deus manifestando-se entre os professores. Na sequência, o Pr. Mauri Lima ministrou sobre oração, destacando sobre a necessidade de orar sem cessar, comparando a oração com a respiração: se parar de respirar, a pessoa morre; se parar de orar, morre espiritualmente. Abordou, ainda, fatores que buscam impedir o crente de orar, enfatizando a necessidade de vencer essas barreiras. Um grande e poderoso momento de oração seguiu-se a essa ministração. Aleluia!

A irmã Maria Schimitt Vieira ministrou à tarde, destacando a qualidade das obras que serão reconhecidas e recompensadas por Deus no Tribunal de Cristo. Ressaltou a necessidade de cada professor ter uma visão renovada do propósito espiritual para a sua vida e da iminente volta de Cristo, destacando que, nestes últimos tempos, o amor pela vinda de Cristo tem se esfriado em muitos crentes e em suas ministrações.

Na segunda parte da tarde, e estendendo-se até a noite, o Pr. Sílvio Machado, Diretor Eclesiástico para o Exterior, ministrou sobre batalha espiritual, demonstrando, por meio da Bíblia e utilizando-se de ilustrações ocorridas na vida prática, a realidade e o impacto do mundo espiritual na vida de cada pessoa. A noite encerrou-se com a ministração de uma gloriosa Santa Ceia.

Cedo na manhã de domingo, a presença de Deus já era notória durante o primeiro período de oração. O resultado do clamor dos professores era sentido pela manifestação da glória de Deus. Após uma breve palavra ministrada pelo Pr. James, o Pr. Sílvio Machado assumiu a direção para ministrar sobre uma poderosa revelação sobre o jejum do Senhor e seu impacto no mundo espiritual. A glória de Deus foi derramada de uma forma extraordinária. Deus levantou vários profetas para advertir a igreja sobre a necessidade de responsabilidade espiritual e, em especial, para orar por este momento do Brasil. Ainda durante a ministração, Jesus Cristo curou instantaneamente diversas pessoas, que iam solicitando oportunidade para testificar e demonstrar a sua cura diante de todos. Aleluia!

Após um dos momentos de intensa e extraordinária glória de Deus, um professor relatou uma visão em que via um ser resplandecente, com marcas nas mãos e carregando um cajado, que caminhava entre as pessoas dizendo “este é o meu rebanho”. Na medida em que ele passava, a glória de Deus ia sendo abundantemente derramada.

Ao ser encerrada a ministração, a glória de Deus continuava sendo derramada de forma poderosa. Como pastor Sílvio ressaltou durante a ministração, é “tempo de uma nova oportunidade dada por Deus a sua igreja”. É uma oportunidade para buscar estar integralmente dentro da vontade divina, desfrutando e proclamando Seus milagres e Sua glória. Vamos entrar e viver neste momento para a glória de Deus!
Já havia passado o horário de encerramento quando os professores encerraram aquele glorioso retiro, entregando o jejum com uma abençoada refeição.

Sob o impacto dessa glória de Deus, já estamos trabalhando para a segunda fase do retiro para professores, de abrangência interior do Rio Grande do Sul e outros estados. Com certeza, Deus também estará presente de forma abundante, pois a obra é Dele, por Ele e para Ele.

Glórias a Deus! Prepare-se, e venha participar conosco deste evento, que será realizado no sítio de Bom Retiro do Sul nos dias 2, 3 e 4 de novembro, no denominado “Feriadão do Dias dos Finados” que, para os professores, será um feriadão de proclamação da vida e renovação espiritual!

About The Author

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X